quinta-feira, dezembro 09, 2010

Fora de contexto...

Fico impressionado com a postura de algumas pessoas quanto a avaliações e méritos. Quem julga e critica arduamente, nunca será apto a definir o contexto daquilo que o cerca. Hoje eu entendo o porquê de tão poucos terem um posicionamento objetivo em relação à vida. São eles que dominam idéias e formam opiniões, mas pelo simples motivo de serem bons observadores..
Eu tinha uma idéia tosca sobre administração, até conhecer os conceitos e formular metas. Foi assim que eu percebi pessoas sem nenhum conhecimento técnico conduzirem (muito bem) suas equipes, colegas de trabalho cativando clientes e colaboradores. Esse é o verdadeiro mérito: Autenticidade! Usar o silêncio, pensar antes de falar (e o que dizer), ter iniciativa impulsionada pela própria vontade.
Há os que esperam uma grande chance sem contribuir, os que divulgam e promovem a intriga e os que deduzem um pensamento sem dialogar a respeito, sem falar naqueles que bajulam sem propósito, mesmo que o resultado seja o açoite. Entre múltiplas palavrinhas disponíveis, eu escolho a que mais se enquadra: Mediocridade!
E assim eu encerro mais um dia de trabalho, ciente de que não há muito a ser feito. O tempo perdido traz boas lições, a principal delas é que uma hora as sandálias serão batidas e a tal cidade não será mais vista. Por mais intragável que seja, a asneira coletiva deve ser desconsiderada. É melhor o doce sabor da novidade e o afago da boa conquista, do que viver amargurado nas falsas impressões..

2 comentários:

João Bosco Maia disse...

Vagando nessas tantas ruas virtuais, encontrei tua porta de amante das Letras aberta - e entrei. Devo anunciar-me como um desses que diz "Oi, de casa! Trago aqui em minhas mãos a chave para dias melhores: escrevo e vendo livros!". Assim, venho te convidar para visitar o meu blog e conhecer as sinopses de meus romances, a forma de adquiri-los e, posteriormente, discuti-los. Três deles estão disponíveis inclusive para serem baixados “de grátis”, em formato PDF.
Um grande abraço literário,

João Bosco Maia

Thais Linhares disse...

Show, passo por isso todos os dias... essa gente, essa gente... quanto mais vazio por dentro mais quer exibir do lado de fora...Af. Cansei. Também, nada devem a ninguém, quem sou eu pra "exigir"algo? Vou colocar minhas botinhas e fazer trilha na montanha, que é melhor do que ver a turma desperdiçar minutos de vida.