sexta-feira, junho 18, 2010

Suspiro vago..

Este meu rosto sisudo e estas minhas atitudes longínquas não expressam de forma alguma a saudade que eu sinto de você... E se aquelas mais remotas imagens e sensações de ternura me entorpecem a visão, é porque nunca deixo ausente o meu sentimento..
E se até num posto de gasolina lembrar das feições do seu rosto me causa doces calafrios, voltarei correndo pra dar um jeito nesses nossos desencontros. Assim que o sol se pôr, nossa sempre amiga lua, cumplice de tantos segredos e tantas promessas, será ponto de referência a fim de que eu possa simplesmente retornar...

2 comentários:

daniel disse...

e espero que sempre retorne para os meus braços meus doce e etérno amado..vc é a razão da minha vida, meu sol,minha lua e tdo que em volta de mim faz me sentir vivo e feliz!

antonioanderson disse...

Cara, este texto está a minha cara, estou em um momento nostálgico pela falta de alguém.

Parabéns pelo blog, está muito lindo. Estou te seguindo. Se puder, visite o meu também.
Assim que der, vou dar uma olhada nos seus textos mais antigos.

Até mais. Grande abraço!

http://avozdeantonioanderson.blogspot.com/