quarta-feira, novembro 04, 2009

Vítimas do Tic-Tac


Se eu disser, você deve acreditar que o tempo já não me interessa! Ora, se estou deitado sobre o leito do presente, vou cronometrar o que?! Quem conta as horas e observa calendários talvez nunca se atreveu a ser feliz.. Por sinal, tem medo de ser traído por si mesmo e presenciar a fuga da criatividade por entre seus dedos.

Eu sei que está ali, observando meus passos, marcando minhas atividades. Não ligo.. Aquele prato branco com nariz de ponteiro vive me perseguindo pra dizer o que já sei: "O tempo passa, você está atrasado!" E de tão covarde, arrumou alguns capangas! O ócio, a dúvida e a ocasião.. Mas sou escorregadio como sabão, e flexivel como o elástico.

Ingênuos são aqueles que encaixam o tempo futuro (que ainda não existe, por isso, pensar em destino é absurdo..), numa realidade paralela: "Eu disse que seria assim pois estava escrito (em algum lugar).." ou "Minha vida é amarga pois serei sempre (??) um fracassado..". De uma vez por todas, somos os únicos responsáveis pelas trajetórias! Realidade é isso! Dizer a si mesmo o que é mais relevante..

Assim como crianças que engatinham e dão seus primeiros passos, mais e mais pessoas brindam essas descobertas.. A vitória sobre a rotina. Liberados de suas maldições, pensam em qualidade de vida, autoestima, sabedoria. O vilão de engrenagens malditas não reina mais sob a escuridão. Se eu perder o meu tempo, ora, arranjo outro qualquer! Inaceitável seria perder meu momento..

2 comentários:

sitaaro disse...

É muito bom encontrar, mesmo que esbarrando pela net, pessoas que escrevem tão bem assim. Vontade de ler sem parar, mas o trabalho me chama...parabéns!

Sonia Helena Soares disse...

Gosto muito de tudo que escreve e estou sempre por aqui.
Abraços e bom final de semana.
Com carinho,
Sonia.