sábado, novembro 22, 2008

...E também o que não entendemos!

O dia está relativamente tranquilo. Nuvens anunciando uma chuva ligeira. Acabei de almoçar (comida chinesa, uma delícia!). Recebi um telefonema que me deixou apreensivo, confuso e até com uma certa indignação.. Prova de que pouco sabemos a respeito dos que nos rodeiam ou dos que tentam aproximar-se.

De uns tempos pra cá, aprendi a processar informações com uma certa rapidez e eficiência eletrônicas. De outra forma, eu estaria comprometendo o bom funcionamento do meu cérebro! Não dá pra ficar valorizando tudo o que recebemos.. É extremamente desgastante! Mas deixo a cargo das autoridades divinas, tudo a seu tempo, como dizem por aí.

Deixo neste post a lição, ou questionamento, sobre até que ponto devemos ser sinceros ou até mesmo ingênuos. As decepções que encontramos pelo caminho nos ensinam a viver.. Mas insistir em magoar-se é a característica principal da falta de amor próprio..

:-/

Um comentário:

Teresa disse...

Eita vidinha essa. Não bastasse a gente ter de se preocupar com nossos problemas, ainda arranjam outros pra nós. Quero aprender a processar rápido também.

Estou com o estômago embrulhado e os olhos marejados.

Bjs.